Redes Social

sexta-feira, 31 de maio de 2013

A essência de um portista

Este texto, publicado no Expresso desta semana, da autoria de Henrique Raposo, deveria ser colado em todas as paredes da cidade do Porto e arredores (num raio de 30km, não é preciso ir mais longe porque neste espaço já se encontrarão 90% dos leitores desejados). Ilustra, numa perfeição que chega a ser assustadora, a essência de um portista. Isto é o que os move, a eles e ao seu caquético e flatulento presidente, a primeira múmia cornuda na história provavelmente...


O fenómeno já me irritou, mas agora acho piada à coisa: os portistas não comemoram a vitória do FC Porto, comemoram a derrota do Benfica. E há aqui uma diferença. O FC Porto é uma irrelevância na minha relação com o Benfica. Eu comemoro as vitórias do Benfica, eu sinto alegria pelo Benfica, ponto final. Os portistas, porém, não têm esta relação com o FC Porto. Para se sentirem portistas, eles têm de odiar uma coisa exterior ao clube, o Benfica, Lisboa, os magrebinos, os mouros, etc. Ou seja, a agremiação nortenha não é auto-suficiente, não é grande o suficiente, precisa do meu Benfica. Naturalmente, eu só podia achar piada a este fenómeno que deveria interessar aos departamentos de antropologia. Porquê? Porque confirma a superioridade do Benfica. Para existir como adepto, o portista precisa do Benfica. O benfiquista só precisa do Benfica. 
No dia-a-dia, eu não acompanho os jogos do FC Porto. Nem sei quando joga. Ao invés, cada portista é um especialista do Benfica. Sabem sempre quem está lesionado, quem é o árbitro do jogo do Glorioso e vêem os jogos do Benfica com mais intensidade do que os jogos do FC Porto. Naqueles corações em perpétua vingança, a derrota do Benfica é mais saborosa do que a vitória do FC Porto. Até apetece dizer que cada portista é um benfiquista em potência. É como se cada portista tivesse à espera do momento certo para fazer o seu coming out futebolístico, é pá, afinal eu sou benfiquista, ó paizinho, importa-se de passar o sal a um mouro? O portista é uma dependência emotiva do Glorioso.
E esta dependência chega a ser cómica. Estamos a falar de um clube que domina há uma geração (25 anos) o futebol português. Apesar deste domínio do tamanho dos Clérigos, a agremiação em causa mantém a mentalidade de cerco, a mentalidade do Asterix que vai desafiar o centro romano. Isto é um pouco ridículo, repito, porque passados 25 anos o centro do futebol português está no Norte e no FC Porto, em particular. O centro já não é o Benfica, que ganhou 4 títulos nos últimos 23 anos. Ao longo deste tempo, o FC Porto devia ter desenvolvido uma cultura autónoma, uma cultura de clube grande, uma cultura de Império do Meio que não precisa do "outro" para saber quem é. Mas de forma um pouco estranha isso não aconteceu. Porquê? A visão pequenina de Pinto da Costa não o permite: depois de tantos êxitos internos, depois de 2 Ligas dos Campeões e 2 Ligas Europa, o líder da agremiação diz que a sua maior alegria foi "vencer um campeonato na Luz". Ora, esta incapacidade do FC Porto para criar uma cultura sem a variável Benfica dá-me um certo conforto. Só ficarei preocupado quando descobrir portistas a comemorar as vitórias do FC Porto e não as derrotas do Benfica. 

8 comentários:

Goalkeeper disse...

Enfim, isto é mais um texto, como muitos outros foram sendo feitos nestes últimos 15 dias, por muitos ressabiados com melões do tamanho do menir do Obelix.

Como não encontram argumentos para explicar o tamanho fracasso que foi a sua época, escudando-se em explicações como "fizeram-nos sonhar como não faziam há 20 anos", usam este tipo de balelas, que têm sentido nenhum.

P.S.

Pirata se acreditas no texto deste senhor,nomeadamente "os portistas não comemoram a vitória do FC Porto, comemoram a derrota do Benfica", é então mais uma prova de que afinal és adepto do Futebol Clube do Porto, basta ver o número de posts que fizeste ultimamente contra o benfica!

OAutor disse...

Quem lê os comentadores do benfica no jornal abola e já viu algumas coisas da benficaTV sabe que este texto é ridiculo! Que eu saiba no Porto canal nunca se fala do benfica...mas nos comentarios das leonores pinhões, no caorreio da manaha tV, na benfic Tv e blá blá blá o nome FCPorto e Pinto da Costa são sempre figuras de destaque!!!!

Mas este texto é mais do que a prova daquilo que são os benfiquistas...eles imaginam uma realidade propagandeada pelos meios do costume e acreditam nessa realidade inventada como se fosse a verdade absoluta!! Quando se deparam com a realidade verdadeira nunca a aceitam porque essa realidade é muito pior do que o sonho da realidade inventada!!!

Os benfiquistas são um case study de todas as ciências sociais!

El Pirata disse...

meus caros amigos, existem temáticas onde a dúvida entre o ovo e a galinha tem razão de ser, mas neste caso é limpinho limpinho: voces nao respiram sem oxigenio benfica! E a ressureição do goalkeeper é prova disso :)

El Pirata disse...

Quanto aos posts que fiz sobre o benfica, eu expliquei tudo logo no primeiro, tive foi a felicidade de, em vez de uma vingança, ter tido três! E como tal o gozo foi em triplicado. E, como tu não leste as minhas palavras de então, deixa-me recupera-las: antes do confronto entre porto e benfica, e tendo eu zero consideraçao quer por porto quer por benfica (embora alguns portistas me vejam como lampiao, vá lá saber-se o motivo), fiz vincar a minha preferencia por um triunfo portista em vingança pela desfaçatez e falta de caracter com que a comunidade lampiã se referiu à capelada cometida no derby lisboeta (derby nacional para ser mais exacto...)! Foram, como tu bem sabes, 3 escandalosos penalties por assinalar contra o benfica, mais 2 expulsões sobre as suas cores, que foram minimizados, ao ponto de alguns cromos encornados terem sugerido que o Sporting tinha jogado como nunca e perdido como sempre. É que perder nao me faz especie, desde que seja por merito do adversario. E todos vimos que aquele benfica foi o prenuncio do benfica que viria a perder tudo por incompetencia propria antes de qualquer merito alheio.


Sim, gozei com o benfica, mas estava no meu pleno direito, senti-me plenamente vingado, mas nao ando por aí a cantarolar slb nos jogos do Sporting, nem exijo que extingam secçoes desportivas apenas porque o meu clube perde o titulo! Alias, neste blog possivelmente nunca me viram a gozar tanto com qualquer outro clube como nestes 15 dias, porque será? Já os posts anti benfica, que devem ocupar 1/3 dos posts totais deste blog, têm assinatura clara de portistas, como nao poderia deixar de ser. Daí concordar totalmente com as palavras do cronista.


PS:

As palavras do corno manso na afurada provam mais uma vez a minha tese, se um dia o benfica precisar de 1 euro de cada portista para nao ser extinto, voces ate dao 3 só para puderem dizer que foram roubados!

OAutor disse...

Pirata o que tu dizes é que o Real Madrid não vive sem o Barcelona e vice-versa. o Milan não vive sem o Inter. A Roma não vive sem a Lázio. O River não vive sem o Boca! blá blá blá blá

São rivalidades!!!

OAutor disse...

Agora nem o Porto nem o benfica têm culpa do Sporting ter deixado de ser rival!!!

Daqui a uns tempos o Sporting não vive sem o Braga!!!

Mitico disse...

Peguem no papel do post anterior e limpem a porcaria que o senhor Henrique Raposo escreveu.

É simples. É o unico comentario que posso fazer a este texto.

Abraço

rbn disse...

AH AH AH

faz-me rir este post sobre a nossa essencia.

Este sr raposo deve escrito isto após o golo do Kelvin, ou se calhar, após o golo do Ivanovic, ou ainda após o golo do futuro dragão Ricardo e com certeza tá mau da tola...ainda não recuperou, e se calhar nunca mais recupera do TRI-FAIL 2012-2013:-)

Nós estamos tão preocupados com os sl bombos que "jogamos sempre na retranca contra eles" e nunca chamamos o pré-fabricado da lucy de "salão de festas"

Claro que vê-los sofrer falhanços atrás de falhanços é muito bom, porque quando se pensa em rui gomes da silva, pinhões, joão gabriel, e outros tantos arrogantes e com as manias das grandezas, dá muito mais gozo...

Basta ver o texto deste sr raposo:cheio das manias das grandezas, quando na realidade nem sequer tem merda no cu para cagar:-)